DO SENTIDO DADO AOS PASSOS, AOS PASSOS QUE NOS CONSENTIMOS DAR... JAMAIS OS MESMOS DEPOIS DE TRILHAR O DESERTO BRANCO

02
Ago 07
1.
Filha com voz enjoada: "Mãezinha, está a chover tanto lá fora... O meu irmão está na escola..."
Mãe com voz monocórdica: "A escola deve tomar conta dos alunos até os pais a irem buscá-los."

2.
Candidato a emprego: "É aqui que estão a contratar pessoal?"
Empregador: "É sim."
Candidato: "Eu estou interessado."
Empregador: "É residente de Macau?"
Candidato: "Sou sim, sou portador do BIR."
Empregador: "E como posso saber que o documento é verdadeiro?"
Candidato: "Basta ir ao Guia da Cidade ..."
Empregador: "Está bem; então é admitido a título experimental..."

Isto são apenas dois preciosamente deprimentes exemplos de anúncios feitos por pessoas que, provavelmente, trabalham nos serviços responsáveis pela publicidade ou são seus familiares.
Para além da "naturalidade e expontaneidade das vozes" os textos também são "brilhantes"... em especial o segundo em que o empregado é que sabe os procedimentos...
Macau anda assim!
publicado por fpg às 22:32

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

26
27
28
29
30
31


RSS
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.