DO SENTIDO DADO AOS PASSOS, AOS PASSOS QUE NOS CONSENTIMOS DAR... JAMAIS OS MESMOS DEPOIS DE TRILHAR O DESERTO BRANCO

19
Jan 09

Não sei se o fenómeno que deste lado acontece se verifica noutras latitudes, mas os povos orientais adoram naftalina!

Pelo menos os chineses e os filipinos.

A minha empregada quando sai para fim-de-semana fede a naftalina.

Agora estamos na fase do ano em que, na rua, as pessoas parecem armários andantes.

Porque é que não usam cânfora?

Quando ainda por cima são tão famosas as arcas de madeira de cânfora...

Há bastantes anos, quando vivia no Edf. Hoi Tin, tive uns vizinhos que saíam todos bem arreados mas que pareciam umas estátuas feitas em naftalina!

Como é que é possível?

Porque é que não arejam as roupas antes de as usarem?

Quem iria adorar este panorama era o protagonista de "O Perfume": as zonas de venda de peixe seco, as farmácias chinesas que secam medicamentos fedorentíssimos à porta, as cozinhas ambulantes que vendem aquelas tripas malcheirosas perto da Livraria Portuguesa e os blocos de naftalina com pernas...

Tenho a certeza! Fariam dele um homem feliz!


Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12

18
21
22
23
24

25
27
31


RSS
mais sobre mim
pesquisar