DO SENTIDO DADO AOS PASSOS, AOS PASSOS QUE NOS CONSENTIMOS DAR... JAMAIS OS MESMOS DEPOIS DE TRILHAR O DESERTO BRANCO

06
Jun 08














A chegada a Paxos prometia uma ilha com praias e águas maravilhosas.
Numa pequena baía que visitámos pouco faltou para me atirar para a água.
Não fora os quase 45 anos, que os deuses quiseram que celebrasse sozinha em Atenas, e sabe quem me conhece bem que era maluca suficiente para o fazer. 
Adoro água, adoro mergulhar, aquele era o cenário ideal para uns mergulhos maravilhosos e que melhor local do que um barco, com alturas variáveis, para o fazer?
Aliás, a última vez que dei uns saborosos mergulhos foi precisamente num barco que alugámos em Maiorca, há 3 anos, e em que acabei a pôr os putos todos a mergulhar comigo, mesmo os que estavam cheios de medo.
Voltando a Paxos, acabei a ter a maior das decepções com o local onde aportámos e, como não havia programa nenhum para esse dia, acabei a fazer alguns acertos com o jet-leg, ou seja, não pus nenhuma leg fora do barco.
Mas entretive-me a tirar umas photos à " Casa das Cabras e das Gaivotas" e ao Farol.
Ah! E pelo caminho fica o melhor que consegui apanhar de um golfinho...
publicado por fpg às 22:02

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

16
17
21

23
24
25
26

30


RSS
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO